quarta-feira, agosto 16, 2017

Resenha: Mulheres que não sabem chorar, por Lilian Farias

Essa resenha vai ser difícil, porque "Mulheres que não sabem chorar" escrito pela autora Lilian Farias levanta uma série de questões. Não é o tipo de leitura que eu costumo fazer, porque evito os temas fortes. Mas, foi um presente da autora, e fiz questão de ler, analisar, e vir aqui contar para vocês as minhas impressões.



Resenha: Mulheres que não sabem chorar


Como o nome indica, ele fala de mulheres. Histórias de pessoas. Então, esperem realidade. Não posso dizer que é um "choque de realidade" porque quem assiste TV ou lê jornal ou conversa com outras pessoas, certamente já se deparou com pelo menos uma das tragédias contadas no livro.

Duas personagens vão contando suas histórias de vida paralelamente. E ao longo da narrativa, vamos tendo contato com os dramas delas e das pessoas que as cercam. Dramas familiares, opressão social. As mulheres tem as suas vidas devastadas simplesmente por serem mulheres. É uma realidade triste.

Por ser mulher, é claro que esse tema não é novo para mim. Essa discussão está sempre rondando a minha mente. E acredito que a da maioria das mulheres. E a gente fica nessa paranoia de achar que o mundo pensa com a gente e se depara com uma declaração assim: "Pelo menos os anos 50 a vida já era melhor para as mulheres". A resposta para a pessoa em questão foi óbvia: meu amor, ser mulher HOJE ainda é muito difícil.

O livro da Lilian é sensível a causa e abusa nas cenas explícitas de violência e preconceito. E há quem pense que esse tema não é "mais" necessário, que tudo é exagero. E no livro ela fala muitas vezes: tentaram nos calar antes, vão continuar tentando nos calar. A violência sofrida pela mulher é tratada com desprezo pela sociedade, como se a culpa fosse da mulher. Aquela pessoa que sofre, que é humilhada, ela é a culpada, "No mínimo não presta", "fez por merecer".

O livro também fala de amor, e de como pessoas sequeladas psicologicamente podem destruírem-se apesar do amor. E como as pessoas podem superar todo o drama pessoal e ter uma vida. E assim é a narrativa, vai nos provocando e nos instigando a pensar mais, a refletir.

É inegável que ela é boa de juramentos, pois só agora, depois da morte da mãe, que conseguiu amar quem nasceu para amar: outra mulher.

E tem mais essa, as mulheres dessa trama descobrem o amor entre mulheres. Algumas mais cedo, outras mais tarde. E além de tudo, precisam lidar com o preconceito, com seus medos e toda questão envolvida nesse tema. Sempre que penso sobre isso, tento imaginar como seria viver sem ser eu mesma. Se me fosse tirado o direito de ser o que eu sou. É muita crueldade querer regular outra pessoa por ela não ser normatizada nessa sociedade doente. "Apenas".

A leitura flui, os parágrafos são curtos e o texto é leve, de fácil compreensão. Li em poucos dias. Mas, não é um texto fácil de digerir. Alguns capítulos foram um soco no estômago e precisei dar um tempo. É pesado, e quando penso no todo, acredito que não poderia ser diferente. Acho que a obra tem um papel importante, poucos se atrevem a tocar nesse assunto. E não podemos deixar assim. Que bom que a Lilian teve a coragem e a iniciativa de colocar essa história no papel.


Sobre a autora:


Lilian Farias é autora dos livros O Céu Está Logo Ali e Mulheres Que Não Sabem Chorar. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. A escritora mantém um blog literário e está sempre bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. É defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Ela adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito.






Sinopse:


A vida de Marisa é regida pelo controle. Seja à frente do seu trabalho ou da vida dos filhos, ela é racional, mantendo-se sempre fria, um ser à parte das banalidades, cuja única preocupação é ser um exemplo. Olga é sua antítese. Sentimentos à flor da pele, dor flagelando a carne, pensamentos embaçados pelo esquecimento proporcionado pelo álcool. Sozinha, preocupa-se em apenas ser, em um mundo cercado por fatos que não reconhece mais como seus. Enquanto isso, Ana e Verônica esbarram com o acaso. Duas senhoras solitárias, vizinhas e antagônicas. Será que um dia alguém acharia que poderiam viver em paz? Mais ainda, será que poderiam se apaixonar? Duas jovens livres e independentes. O que as impede de ficar juntas? Mulheres que não sabem chorar é mais que uma história de amor entre iguais. Junto a estas personagens tão humanas, o leitor vê-se despido dos preconceitos, pudores e medos. Ora crua, ora poética, a trama nos obriga a enfrentar o espelho e se ver como nunca imaginou antes. Pois ao mergulhar neste romance, o que fará você
pensar não é a forma como vê o amor, mas sim a forma com que ele se volta em sua direção. Esteja preparado.

Compre na Amazon | Saraiva

41 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Amei conhecer seu blog, já estou seguindo! Ainda não conhecia esse livro, gostei muito da sua resenha :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Monyque! Volte sempre. Vou seguir o seu também!
      bj

      Excluir
  2. Realmente é um livro muito diferente dos que costumo ler.
    Gosto do tema que o livro aborda e tenho vontade de lê-lo.
    Adorei seu blog!
    Beijinhos !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, querida!
      De vez em quando é bom ler algo fora do que estamos acostumadas, sempre se aprende alguma coisa. hehe

      bjs

      Excluir
  3. Estou com esse livro pra ler e agora me deu vontade de passar ele na frente de todos os outros hahaha
    Adorei a resenha ❤
    Amo livros com temas fortes.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim foi um choque, mas a leitura foi boa. ;)
      bj

      Excluir
  4. O livro Mulheres que não sabem chorar tem uma história incrível, só em ler a resenha aqui fiquei emocionada com a história. É um livro que todas as mulheres deveriam ler, o preconceito da sociedade ainda é um fato muito forte, gosto de livros assim com temas fortes como esse, bjs.

    ResponderExcluir
  5. O livro parece incrível e com uma história maravilhosa por detrás do mesmo! Gostei imenso da publicação! Um beijinho grande! xoxo

    https://anafranciscayoutb.wixsite.com/anafranciscaserra

    ResponderExcluir
  6. parece ser um livro bem lgl, o titulo atrair atenção do leitor gostei otima resenha

    ResponderExcluir
  7. Realmente nosso dia a dia já é um choque de realidade, pelo menos pra maioria de nós mulheres... amei a resenha bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Poliana.
      Volte sempre! bj

      Excluir
  8. Uau! Esse se tornou uma das minhas prioridades nos livros que preciso ler.
    Gosto de estar informado e com as pesquisas que já fiz pude concluir o quão difícil é ser mulher, por isso que movimentos como o feminista são de extrema importância. Em pleno século 21, de uma maneira completamente ignorante e absurda, a mulher ainda é vista como inferior, como propriedade dos homens, como algo sem valor. Anne Frank nos conta em seu diário que a sociedade achava que a missão da mulher era apenas gerar filhos, e parece que esse pensamento não mudou muito não é mesmo?
    Aplausos para essa mulher corajosa que expôs no papel o que as mulheres sofrem no dia a dia.
    Abraços ��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem importante homens serem solidários a causa. Acho que o livro pode te ajudar a entender um pouco mais esse universo. Ele vai parecer exagerado e dramático para você, mas as coisas acontecem mesmo, todos sabemos.

      Abraços!

      Excluir
  9. Gosto dessa temática realista...histórias reais...pessoas fortes, mas possíveis
    Gostei, muito legal.
    Blog ArroJada Mix

    ResponderExcluir
  10. boa tarde, como vai? Confesso que auna nao conhecia esse livro, mas ja me encantei, tanto com a sua resenha como pela snopse, Eu achei super interessante a forma com que você falou sobre o livro e já vou adicionar ele a minha lista de livros. beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha, obrigada!
      ;)

      Excluir
  11. um livro com um tema muito bacana gostei de conhecer a historia e sua resenha consegui pegar partes bem interessantes gostei
    Blog♥ Coisas da Vida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Bruna. Obrigada pelas palavras. bj

      Excluir
  12. Oi tudo bem?
    Já tinha visto esse livro por aí mas nunca parado para ler algo sobre ele, gosto de livros realistas que nos levam a refletir e até mesmo quebrar alguns tabus dentro da gente mesmo, anotei a dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, Taís. Acho que essa é mesmo uma das funções dos livros, confrontar ideias e refletir.

      bj

      Excluir
  13. Parece realmente ser um daqueles livrões difíceis de ler (ou de digerir, como você disse) por tratar de temas tão sérios e reais. Só pela resenha já sinto que vale a pena. Já entrou na listinha!

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem? O livro parece ter uma historia bem forte, mas tem uma temática muito importante, é engraçado como as pessoas agem como se o machismo não existi-se hoje em dia, quando na verdade nem precisa ir longe para presenciar algo do tipo.

    Tchauzinho e até logo

    http://www.meioassimetrica.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Letícia. Por isso achei a obra da autora muito válida.
      Bjs

      Excluir
  15. Ser mulher hoje em dia é realmente muito difícil ainda e é muito bom que possamos ter livros e blogs que abordem e falem sobre isso com uma maestria incrível. Já li o livro e amei.

    ResponderExcluir
  16. Não tenho estrutura para temas fortes hahaha
    Temos que acreditar em nós mesmas e assumir nosso lugar na sociedade. Somos amigas, esposas, mães, filhas, profissionais... Assumimos muitos papeis em prol do outro, mas nunca devemos esquecer de amarmos a nós mesmas e acreditar em quem somos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não tenho, mas assumi a bronca para fazer valer a confiança da Lilian Farias. heheh E no fim foi bom.

      bjs

      Excluir
  17. Oi, tudo bem? Achei o tema bem forte, sou bem sensível kkkkkk imagina só no que cai dar. Mas, é algo interessante e pra variar a capa me chama muito a atenção. Apesar de simples, é bela. Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Edmille. Eu também sou meio mole, mas resisti. é bom sair um pouco da zona de conforto de vez em quando.

      bjs

      Excluir
  18. ola tudo bem ? o livro tem uma capa linda e pela sinopse uma historia forte marcante.
    estou louca para ler ainda não adquiri o meu mais vou em busta para minha proxima leitura . Bjssss

    ResponderExcluir
  19. Oi Dani, tudo bem?

    Já li esse livro e simplesmente amei, pois o mesmo traz uma história magnífica que acaba nos ensinando muito, nos ajudando muito. As personagens foram muito bem construídas e o fato das histórias delas se encaixarem em determinado momento foi uma sacada de gênio. Adorei sua resenha!

    beijos!

    ResponderExcluir
  20. Boa! Eu compraria o livro só pela capa, que na certa já atrai demais pelo titulo e com sua resenha fiquei ainda mais maravilhada em ler.

    ResponderExcluir
  21. Infelizmente é uma triste realidade o que passamos simplesmente por sermos mulheres... gosto de livros fortes que te leva a repensar ideais

    ResponderExcluir
  22. Olá!

    Eu já li esse livro e ele foi um dos melhores do meu 2016. A escrita da autora é ótima e a forma como ela levou a história foi divina. Adorei sua resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Gostei muito da sua resenha e do seu blog, ainda não conhecia o livro e nem a autora. Mas tudo o que você falou me despertou uma enorme curiosidade e vou procurar ler assim que possível <3

    ResponderExcluir
  24. Oiii!
    Seu blog é liiindo!
    E só o título desse livro me fascinou!
    Resenha ótima, vou ler, obrigada pela indicação!

    ResponderExcluir
  25. Já estava com vontade de ler esse livro, e, depois de ler essa resenha incrível, a vontade só aumentou. Parabéns pela resenha e pelo blog! Te desejo sucesso!

    ResponderExcluir

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...